Banpará - NEGOCIAÇÕES COLETIVAS - ACT-2015/2016

Desde o início das tratativas nas Mesas de Negociação, o Banpará vem requerendo às entidades de classe a manutenção das atividades essenciais ao funcionamento do Banco, para que não houvesse prejuízo financeiro a clientes e funcionários.

No primeiro dia de greve, o pleito não foi atendido e muitos funcionários foram impedidos de entrar, prejudicando as atividades que deveriam ocorrer nesta semana.

Diante da postura sindical, o Banco formalizou pedido do pessoal necessário, feito pelas áreas, e obteve como resposta do Sindicato que somente a compensação bancária era considerada, pelo Ente sindical, como essencial.

O Banpará esclarece que todos os funcionários têm direito de ingressar em seu ambiente de trabalho, sem sofrer constrangimento.